Connect with us

SUV

Nissan Ariya 2021 estreia oficial do SUV elétrico com autonomia de até 610 km

Primeiro SUV elétrico da Nissan começa a ser vendido em 2021

Published

on

Revelado como conceito funcional no Salão de Tóquio no ano passado, o novo Nissan Ariya 2021 faz sua estreia oficial em uma apresentação online no Japão nesta quarta-feira (15). Após vários teasers e muita especulação sobre a semelhança com o estudo, o primeiro SUV elétrico da Nissan representa um marco e alimenta grandes expectativas ao iniciar uma nova fase na história da marca japonesa.

O CEO Makoto Uchida e o Diretor de Operações Ashwani Gupta apresentaram o Ariya a um público global durante um evento transmitido ao vivo no Nissan Pavilion em Yokohama, Japão.

“O Ariya, um modelo-chave no plano da Nissan de lançar 10 novos modelos em 20 meses, demonstra nosso compromisso em atender à demanda dos clientes por crossovers com tecnologias eletrificadas, automatizadas e conectadas mais avançadas”, afirmou Gupta.

“A empresa espera que as vendas de seus modelos eletrificados de EVs e e-POWER sejam mais de 1 milhão de unidades por ano até o final de 2023. O Ariya desempenhará um papel significativo para atingir esse objetivo”.

Design

Visualmente não há surpresas: o modelo de produção tem design moderno e permanece fiel ao conceito apresentado no ano passado, como a própria Nissan prometeu. Estão presentes a enorme grade frontal, entradas de ar verticais e faróis estreitos com uma assinatura de luzes bem interessante.

O perfil lateral confirma as linhas fluídas, a adoção de maçanetas das portas convencionais e rodas (que podem ser de 19″ ou 20″) desenhadas para melhor desempenho aerodinâmico.

Amplo, ele é bem maior que um Kicks, por exemplo, e até mesmo que um Qashqai: mede 4.645 mm de comprimento e possui entre-eixos de 2.776 mm, o que garante o bom espaço interno.

Interior

Agora podemos ver a cabine da versão de produção, que chama a atenção pelo painel preenchido pelas duas telas: sistema de entretenimento e quadro de instrumentos (ambas com 12,3″). Há poucos botões (as funções são em sua maioria configuradas na tela e por voz) e componentes como volante e seções do console também foram bastante inspirados no carro-conceito. Destaque também para os bancos com a tecnologia ‘gravidade zero’ e o porta malas que tem capacidade para 467 litros (413 para a versão com tração integral).

Tecnologia

Além de ser o primeiro utilitário com propulsão elétrica da marca, o Nissan Ariya também é uma vitrine das tecnologias mais recentes da montadora japonesa. O SUV elétrico contará com tecnologias como a Nissan Intelligent Mobility, o sistema de assistência ao motorista ProPILOT Assist 2.0 e também o e-Pedal, que permite ao motorista iniciar, acelerar e frear usando apenas o pedal do acelerador.

Outro item de série na linha Ariya é o Nissan Safety Shield 360, um conjunto de tecnologias de segurança que inclui a frenagem de emergência automática com detecção de pedestres, frenagem automática traseira, alerta de saída da pista, alerta de ponto cego, alerta de tráfego traseiro e assistente de farol alto. Também há a alerta de colisão frontal inteligente e outras funcionalidades.

Há uma interface que permite que os clientes usem a voz para ajustar as configurações do carro e o veículo ainda inclui a assistente Alexa da Amazon para ajudar os clientes a organizar tarefas. A conexão com as plataformas Apple CarPlay e Android Auto sem fio também está disponível.

“A Nissan foi pioneira no mundo dos veículos elétricos de massa, há uma década, com o LEAF, estabelecendo o padrão para veículos elétricos acessíveis e de produção em massa. Nós não esperamos nada menos para o novo Nissan Ariya”, disse Gupta.

Propulsão elétrica

Construído sobre a plataforma CMF-EV da aliança Renault-Nissan-Mitsubishi, o novo Nissan Ariya também contará com o sistema de tração nas quatro rodas (opcional) criado para veículos elétricos e desenvolvido pela Nissan, e-4ORCE.

O sistema de propulsão contará com duas opções: a primeira possui um motor elétrico na dianteira com potência de 160 kW (217 cv) e torque de 30,5 kgfm, enquanto a segunda terá duas unidades elétricas para um total de 290 kW (394 cv) e 61,2 kgfm e tração integral e-4FORCE.

Tanto a versão com tração dianteira como o modelo de tração integral podem optar pelos pacotes de baterias de 63 kWh ou 87 kWh. A autonomia na versão com tração dianteira fica entre 450 km e 610 km, dependendo da bateria escolhida. Já com tração integral, este número fica entre 430 km e 580 km, segundo o ciclo de testes no Japão.

O novo Nissan Ariya está programado para começar a ser vendido no Japão até meados de 2021, com lançamento nos EUA previsto para o final do ano que vem e preço estipulado na faixa de US$ 40.000 (R$ 213.700). A partir de 2022, o SUV elétrico chegará a outros mercados como a Europa.

Motor1

Continue Reading
Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SUV

BMW confirma novo X6 M no Brasil

Published

on

A BMW confirmou a chegada do novo X6 M ao país no terceiro trimestre deste ano. Produzido em Spartanburg, nos Estados Unidos, o BMW X6 M é a combinação do conceito de SAV (Sport Activity Vehicle) com o alto desempenho esportivo da linha M. Preço e versões ainda não foram divulgados.

O novo X6 chega equipado com um propulsor V8 de 4.4L movido a gasolina com potência e força de sobra: 600 cv e 750 Nm de torque entre 1.800 rpm e 5.860 rpm. O câmbio é automático de oito velocidades e a tração é integral.

Esse conjunto é capaz de romper em 3,8 segundos a barreira dos 100km/h partindo da inércia e a velocidade máxima é de 290km/h.

MotorShow

Continue Reading

HÍBRIDO

Toyota Corolla Cross vai esquentar a briga dos SUVs híbridos no Brasil

Segmento híbrido terá Jeep Compass, Ford Escape e outros rivais

Published

on

Revelado no início do mês na Tailândia, o novo Toyota Corolla Cross chegará ao Brasil em 2021 para engrossar o pelotão dos SUVs médios a encarar o campeão de vendas Jeep Compass. Com produção nacional e trem de força híbrido compartilhado com o Corolla, o novo SUV da marca japonesa promete ser um dos principais atores no cenário dos SUVs médios híbridos.

O líder do segmento Jeep Compass terá a reforço da versão híbrida 4xe (junto com o irmão menor Renegade) também no ano que vem. Além disso, a briga promete esquentar ainda mais com a chegada do Ford Escape PHEV, ainda sem data oficial de estreia, mas aguardado para o período entre o fim deste ano e o primeiro semestre de 2021.

Medindo 4.460 mm de comprimento, 1.825 mm de largura, 1.620 mm de altura e com entre-eixos de 2.640 mm, o Corolla Cross híbrido será equipado com o mesmo conjunto propulsor consagrado no Corolla: o motor 1.8 litro de 95 cv associado a uma unidade elétrica de 72 cv para um total de 123 cv de potência total. O câmbio é o automático do tipo CVT.

Disputa híbrida
A tendência é que a maioria dos segmentos (o de SUVs médios/grandes com mais intensidade) adicionem versões híbridas ao portfólio a partir do que vem. Esse novo cenário pode alterar o panorama dos modelos mais vendidos atualmente. Veja abaixo quais serão os principais rivais do Corolla Cross híbrido:

Jeep Compass 4xe
O campeão absoluto de vendas do segmento teria a estreia da versão híbrida ainda neste ano. No entanto, a pandemia atrasou os planos da FCA e o modelo só irá desembarcar por aqui no começo de 2021. Assim como o irmão menor Renegade, a versão 4xe é híbrida do tipo plug-in (recarregável) e deverá ter preços acima dos R$ 200 mil.

Ford Escape PHEV
Entre os três SUVs médios que a Ford irá trazer (Territory, Bronco Sport e Escape), este deve ser o único com versão híbrida, que é do tipo plug-in (recarregável), como no Compass. Ele ainda não tem data oficial de estreia, mas dado o cronograma da Ford, pode desembarcar entre o fim deste ano e o início de 2021.

Lexus UX 250h
Nem sempre lembrado, o croosver UX 250h já está à venda no país desde abril do ano passado e emplacou praticamente 500 unidades somente no primeiro ano de vendas. Atualmente ele custa R$ 194.990, sendo uma opção da marca premium da Toyota. O SUV híbrido é equipado com um motor 2.0 a gasolina associado a uma unidade elétrica para um total de 178 cv de potência.

Considerando que o preço do atual do Toyota Corolla Altis Hybrid é de R$ 137.890,00, a futura versão híbrida do Corolla Cross também terá fabricação nacional e não deve ficar muito acima deste patamar. Ainda que ficasse, teria uma boa margem de diferença para os rivais que em sua maioria dificilmente ficarão abaixo do patamar de R$ 200 mil.

Os SUVs compactos e médios representam o maior volume de vendas, mas é nos segmentos mais altos que haverá mais opções de versões híbridas, como no caso dos já disponíveis Volvo XC40 R-Design híbrido (R$ 245.950), Toyota RAV4 Hybrid (R$ 217.990) Lexus NX 300h (R$ 270.990) e a nova geração do Volkswagen Tiguan, que em um futuro não muito distante tem boas chances de desembarcar com a versão híbrida por aqui.

Como dissemos, a Toyota confirmou o lançamento do Corolla Cross no Brasil para 2021. A montadora japonesa já investiu a quantia de R$ 1 bilhão na fábrica de Sorocaba para preparar sua produção, onde o modelo é conhecido pelo código 740B.

Até lá o cenário pode mudar bastante, mas a julgar pelos fatores atuais o novo SUV da Toyota tem tudo para emplacar também no segmento dos híbridos, a exemplo dos companheiros de marca Corolla, RAV4 e Prius, simplesmente os três carros híbridos mais vendidos no país no ano passado.

Motor1

Continue Reading

PREMIUM

Novos Versa, Kicks e Sentra já têm data marcada para chegar ao Brasil

Cronograma de lançamentos revela planos da Nissan para o mercado brasileiro até 2021

Published

on

Clientes Nissan interessados na chegada de novidades certamente ficarão bastante animados com o cronograma de estreias que a marca traçou para os próximos meses no Brasil. Conforme adianta material cedido pelo colega André Gessner, de agosto deste ano até meados de 2021 as concessionárias da empresa receberão lançamentos com frequência quase que mensal.

O primeiro a chegar, já no próximo mês, será o sedã V-Drive 2021 – versão rebatizada do Versa atual. Será oferecido em quatro opções de acabamento (uma a menos do que atualmente) na forma do V-Drive 1.0 manual, V-Drive 1.6 manual, V-Drive 1.6 Special Edition CVT e V-Drive 1.6 Plus CVT. Os preços ficarão entre R$ 57.190 e R$ 72.890.

Clientes Nissan interessados na chegada de novidades certamente ficarão bastante animados com o cronograma de estreias que a marca traçou para os próximos meses no Brasil. Conforme adianta material cedido pelo colega André Gessner, de agosto deste ano até meados de 2021 as concessionárias da empresa receberão lançamentos com frequência quase que mensal.

O primeiro a chegar, já no próximo mês, será o sedã V-Drive 2021 – versão rebatizada do Versa atual. Será oferecido em quatro opções de acabamento (uma a menos do que atualmente) na forma do V-Drive 1.0 manual, V-Drive 1.6 manual, V-Drive 1.6 Special Edition CVT e V-Drive 1.6 Plus CVT. Os preços ficarão entre R$ 57.190 e R$ 72.890.

Já no começo de 2021, mais precisamente em fevereiro, o primeiro lançamento da Nissan será a reestilização do Kicks. A renovação já foi revelada na Ásia e deu ao modelo características da nova identidade visual da marca, especialmente na grade, faróis e para-choque. Além disso, o crossover ficou mais tecnológico e conectado ao adotar diversos recursos de assistência à condução. Na mecânica, o destaque é a versão híbrida E-Power, posicionada no topo da gama.

Por fim, o calendário confirma a chegada da nova geração do Sentra, já comercializada em mercados como China e Estados Unidos. Assim como o modelo atual, o novo virá importado do México e manterá o motor 2.0 aspirado associado ao câmbio CVT. A data específica do lançamento, porém, não foi revelada.

Motor1

Continue Reading

Trending

Copyright © 2020 MAISMOTORS NEWS